Medicina Hiperbárica - Contra-indicações:

Absolutas:

    • Pneumotórax não tratado.
    • Gravidez.
    • Uso de Drogas - Doxorrubicin, Dissulfiram, Cis-Platinum.

Relativas:

    • Infecções das vias aéreas superiores.
    • DPOC com retenção de CO2.
    • Hipertermia.
    • História de Pneumotórax Espontâneo.
    • Cirurgia Prévia em Ouvido.
    • Esferocitose Congênita.
    • Infecção Viral - Fase Aguda.

Obs: Todas essas contra indicações merecem avaliação antes da
realização da Oxigenoterapia Hiperbárica.  



    • Medicina Hiperbárica - Efeitos Adversos:

 

A maior parte dos efeitos adversos da OHB, estão relacionados á toxicidade do oxigênio ou ao aumento da pressão. O efeito tóxico do oxigênio pode ocorrer mesmo a 1 ATA, exigindo porém, um tempo de aplicação bastante prolongado.Na OHB pode-se estabelecer sinais de intoxicação a partir de uma exposição contínua por um período superior a 2 horas.

Efeitos que podem ocorrer:

-Excitabilidade-Convulsões (1,3/10.000)
-Alterações de campo visual;
-Tinnitus;
-Náuseas;
-Vertigens;
-Crises convulsivas tônico-clônicas
-Barotrauma de orelha.
-Miopia reversível;
-Piora de Catarata pré-existente;
-Dor retroesternal;
-Tosse seca;
-Hemorragia em vias aéreas superiores;
-Irritação das vias aéreas superiores;
-Sensação de secura na garganta;
-Epistaxe.
TODOS ESSES QUADROS SÃO FACILMENTE REVERSÍVEIS, NECESSITANDO APENAS, AFASTAR A FONTE DE OXIGÊNIO.

Iso-9001
Dra. Taenna Santana Henry, Diretora Técnica Médica, CRM 5936
Hospital Santa Rosa • Rua Adel Malouf, 119 • Bairro Santa Rosa • Cep: 78040-783 • Cuiabá-MT • Tel. 65 3626.3701 Fax. 3626.3698
Webcomtexto