Medicina Hiperbárica - Indicações:

Condições aprovadas pela resolução  Nº 1.457/95 do Conselho Federal de Medicina:

Gangrena gasosa: mionecrose e celulite clostidianas.

Infecções necrotizantes de tecidos moles não clostidianas: celulite anaeróbica crepitante, gangrena bacteriana progressiva, fasceíte necrotisante (Sindrome de Fournier), miosites estreptocócicas, e outras infecções necrotisantes em hospedeiro comprometido com etiologia presumida por anaeróbios ou mista.

Doença de Crohn.

Isquemia periférica aguda com complicações: lesão por esmagamento, isquemia traumática, reimplantação de extremidades amputadas, síndrome compartimental, complicações de pré ou pós-operatório de obstrução arterial, tromboangeíte obliterante, vasculopatias alérgicas ou medicamentosas. Pé diabético.

Lesões de tecidos moles com regeneração refratária: lesões refratárias no diabetes, úlceras de estase venosa, escaras de decúbito, ulcerações em insuficiências arteriais ou arterites.

Osteomielites: crônica, refratária e aguda/subaguda de alto risco.

Intoxicação pelo monóxido de carbono ou cianeto e seus derivados.

Enxertos e retalhos comprometidos ou de alto risco: cutâneos, cartilaginosos, ou mistos.

Necrose por radiação: radiodermite, necrose de tecidos moles, osteoradionecrose.

Micoses refratárias: actinomicose, aspergilose invasiva.Embolia gasosa: decorrente de trauma, iatrogenia ou acidentes disbáricos.

Embolia traumática pelo ar.

Doença descompressiva: acidente em trabalhos com ar comprimido, mergulhadores e aeronautas.

Anemia pós-hemorrágica: durante transfusão ou na impossibilidade imediata da mesma.

Queimaduras: térmicas, químicas e principalmente elétricas

Iso-9001
Dra. Taenna Santana Henry, Diretora Técnica Médica, CRM 5936
Hospital Santa Rosa • Rua Adel Malouf, 119 • Bairro Santa Rosa • Cep: 78040-783 • Cuiabá-MT • Tel. 65 3626.3701 Fax. 3626.3698
Webcomtexto